Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Unitau lança mega pacote de anistia de multas e juros para inadimplentes

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Convidad


Convidado


Na tentativa de reduzir a dívida de alunos e ex-alunos e ampliar a arrecadação da instituição, a Universidade de Taubaté (Unitau) lançou um mega pacote de anistia para alunos e ex-alunos devedores. A medida atinge aproximadamente 9 mil inadimplentes, que poderão parcelar os débitos em até 15 vezes com 100% de desconto nas multas e juros.
As adesões terão início na próxima segunda-feira (22) e o programa vai permanecer aberto até o próximo dia 11 de outubro. A medida contempla dívidas ajuizadas e não ajuizadas até 31 de dezembro de 2011 e é válido apenas débitos nos cursos de graduação e colégio. A dívida que os estudantes mantém com a universidade é de cerca de R$ 40 milhões.
A Unitau contabiliza 6 mil processos de inadimplência ajuizados e 3 mil não ajuizados. Uma simulação mostrou que, com os descontos, a dívida total pode ter abatimento de até 60%.
O valor da dívida dos estudantes é um dos principais desafios da atual gestão da Unitau, que desde 2011 adota medidas para tentar reduzir o número de inadimplentes. Uma das propostas que geraram mais polêmica foi a de enviar o nome dos devedores ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC). Atualmente, a média de inadimplência na Unitau é de cerca de 20%.
A nova anistia é uma extensão do pacote lançado em janeiro e que fracassou por conta de uma falha na deliberação do projeto. Dos R$ 15 milhões pretendidos para arrecadação em 90 dias, a Unitau fez apenas 108 acordos para dívidas não ajuizadas e arrecadou apenas R$ 250 mil. Na ocasião, as dívidas podiam ser parceladas em no máximo 4 vezes.
saiba mais
Unitau estende projeto de crédito e prepara mega pacote de anistia
Unitau lança programa de anistia de multas e juros a inadimplentes
Unitau envia projeto de mega pacote de anistia para a prefeitura
Parcelamento
O projeto prevê que serão oferecidos descontos de forma escalonada e de acordo com o valor do débito. Para dívidas de até R$ 1 mil, o pagamento deve ser à vista.
Débitos a partir de R$ 1 mil até R$ 3 mil poderão ser parcelados em duas vezes iguais; a partir de R$ 3 mil a R$ 6 mil, são quatro parcelas iguais. Se o valor do débito for a partir de R$ 6 mil até R$ 9 mil, será possível parcelar em seis vezes. De R$ 9.000,01 a R$ 12 mil, serão oito parcelas e de R$ 12.000,01 a R$ 15 mil, o pagamento poderá ser feito em 10 vezes. Dívidas a partir de R$ 15 mil até R$ 18 mil, o parcelamento será em 12 vezes e acima deste valor, em até 15 vezes.
Para o ex-aluno Gleison Thomas dos Santos Costa, que trancou o curso de logística em 2011 e está com a dívida de R$ 4 mil ajuizada, a medida poderá ajudar na retomada dos estudos. "Eu pretendo voltar a estudar no ano que vem, mas preciso antes resolver essa situação. Estar com o nome no SPC é um incômodo que, se possível, quero resolver isso", disse.
Com o orçamento extra, que deve ser arrecadado por meio da recuperação de crédito, a Unitau pretende investir em infraestrutura."Esse é o maior pacote lançado durante a minha gestão como reitor. É uma oportunidade de quitar a dívida, sair do SPC e para quem ainda não tem a dívida ajuizada, evitar uma ação judicial. O valor arrecadado será revertido em novos investimentos, já que 80% da receita é utilizada com folha de pagamento", disse José Rui Camargo, reitor da Unitau.
Serviço
Para aderir ao programa, os alunos e ex-alunos com dívidas não ajuizadas devem procurar a Pró-reitoria de Economia e Finanças, que fica à avenida Nove de Julho, 245. Quem possui dívidas ajuizadas deve procurar a Procuradoria Jurídica, que fica à rua Quatro de Março, 432, no centro.
É necessário apresentar RG ou CPF e um comprovante de endereço. O cálculo é realizado na hora. Outras informações podem ser obtidas no 0800-557255.

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum