Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Prefeitura de Caraguá diz que Santa Casa volta a atender na segunda (22)

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Convidad


Convidado


A Prefeitura de Caraguatatuba afirmou neste sábado (20) que espera reabrir as alas de internação e emergência da Santa Casa Stella Maris na próxima segunda-feira (22). Segundo a assessoria da prefeitura, neste fim de semana será feito um inventário de todos os equipamentos da unidade e também uma negociação com os médicos que estão em greve.
Na última quinta-feira (18), a justiça aceitou o pedido feito pela prefeitura para intervenção no hospital. Foi determinado um prazo de 24 horas para que a direção do hospital e administração municipal chegassem a um acordo sobre o valor do repasse à unidade. O atendimento a pacientes por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) está paralisado há mais de uma semana.
A greve conta com cerca de 70 médicos, que acusam que os salários estão atrasados. Além disso, a classe diz também que falta material para o atendimento a pacientes. Diante da situação, a administração municipal decretou no último dia 15 estado de emergência e calamidade pública na saúde da cidade.
saiba mais
Justiça aceita pedido de intervenção na Santa Casa de Caraguatatuba
Hospital Stella Maris em Caraguá retoma parcialmente o atendimento
Sem acordo, médicos decidem manter paralisação no Stella Maris
Com salários atrasados, médicos entram em greve no Stella Maris
Com verba menor, médico faz greve no Stella Maris por atraso salarial
Entenda o caso
Após uma semana de paralisação, a greve dos médicos do único hospital de Caraguatatuba afeta hospitais de cidades vizinhas, como São Sebastião , onde a prefeitura decidiu suspender as cirurgias eletivas alegando que aumentou em mais de 20% o número de atendimentos realizados nas unidades municipais de saúde.

Os problemas são causados por um impasse entre prefeitura e Santa Casa que envolve o valor repassado pela prefeitura para custear os atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS). A direção do hospital pede pelo menos R$ 1,1 milhão mensal e a última oferta do município foi de R$ 870,6 mil.

Repasse
A direção da Santa Casa informou que depois da inauguração da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Caraguá, em fevereiro, a prefeitura reduziu o valor que é repassado para a unidade. Com isso, a dívida do município com o hospital passaria dos R$ 4 milhões.
A Secretaria de Saúde do município não reconhece essa dívida e disse que não conseguiu um acordo com a unidade. A idéia era aumentar o repasse desde que a prefeitura participasse da administração do hospital.
Essa é a segunda vez em menos de três meses que o atendimento é paralisado na unidade por conta dos mesmos problemas. Em abril houve uma paralisação de quase uma semana para atendimento de casos de urgência e emergência.

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum