Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

John Casablancas morre aos 70 anos

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 John Casablancas morre aos 70 anos em Sab Jul 20, 2013 3:13 pm

Convidad


Convidado


Morreu na manhã deste sábado (20), aos 70 anos, em sua casa no Rio de Janeiro, o agente de modelos John Casablancas, confirmou sua assessora de imprensa. Ele morreu às 7h58 da manhã, após "uma longa batalha contra o câncer", disse a assessora ao G1.
Um dos grandes nomes da moda, John Casablancas nasceu em Nova York. O filho de catalães fundou a agência Elite Models, onde ficou de 1972 a 2000.
saiba mais
'Levar a moda a sério é ridículo', diz inimigo número 1 de Gisele Bündchen
O agente era conhecido por descobrir supertopmodels. Foi responsável por alavancar carreiras de nomes como Cindy Crawford, Claudia Schiffer, Naomi Campbell, Linda Evangelista. Nesta lista, entra também Gisele Bündchen, que faz 33 exatamente no dia da morte do agente, que guardava por ela uma mágoa explícia no livro “Vida Modelo” (2008), por ela ter deixado a Elite assim que começou a despontar.
“Gisele agiu com muita crueldade. Eu já sabia como ela era com dinheiro, tão avarenta...”, disse Casablancas, em entrevista ao G1 em 2008 (leia a reportagem).



Filho lamenta
Pai de cinco filhos, entre eles Julian Casablancas, vocalista da banda The Strokes, ele deixa viúva a modelo brasileira Aline Casablancas, com quem estava casado há 20 anos.
No Facebook e no Instagram, o filho Fernando Augusto Casablancas se despediu do pai. "Se foi hoje um amigo, um amor, um pai. Posso dizer que, é claro, sinto muita tristeza quando se vem a dizer adeus. Porém, a palavra diz tudo: está tudo na mão de Deus agora e, seja como for, tudo estará bem. Sim, o mundo perde hoje um batalhador, mas o paraíso ganha mais um anjo. Te amo papai John. Você estará sempre comigo."
"Hoje, por volta das 8h da manhã, fui avisado pela assistente dele de que o John tinha morrido. Ele lutava contra um câncer há muito tempo e, há alguns dias, fui uma das pessoas que tive a honra de receber uma carta pessoal dele, se despedindo. Ele já tinha noção de que a doença não tinha mais volta", lamentou Sergio Mattos. "Ele me descobriu, além de descobrir as modelos. Me apoiou para ser o que sou hoje, é como se fosse um padrinho para min. Quando ele acreditava em alguém, realmente fazia acontecer".
Educado na Suíça, se auto-definia como “uma pessoa hedonista, que fez dos seus vícios uma virtude” e criticava a guerra de egos do mundo da moda. "Levar a moda a sério é ridículo. A moda é cheia de puxa-saquismo, fofoca. Há muita gente talentosa, mas esse mundinho é cheio de hipocrisia, seja aqui, em Londres, em Milão ou em Nova York", disse.
A modelo Alessandra Ambrósio também lamentou a morte do agente neste sábado, em seu perfil no Twitter: "Dia triste! Descanse em paz John! Obrigada por tudo!!".

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum