Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Para Planalto, comando da Caixa induziu governo ao erro

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Convidad


Convidado
Para o Palácio do Planalto, a direção da Caixa Econômica Federal induziu o governo ao erro de avaliação no episódio dos boatos de que o programa Bolsa Família iria acabar. A presidente Dilma Rousseff foi informada da conclusão do inquérito da Polícia Federal sobre a onda de boatos quando estava no Uruguai. Por telefone, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, antecipou à Dilma que a PF não identificou nenhum indício de crime.

Para interlocutores da presidente Dilma, a direção da Caixa deixou todo o governo exposto ao dar informações incorretas sobre a liberação de dinheiro do Bolsa Família. Em maio, logo depois da onda de saques, o vice-presidente do banco, José Urbano, disse que o dinheiro só tinha sido liberado depois da corrida às agências bancárias.

A informação só foi corrigida pelo presidente da Caixa, Jorge Hereda, quase uma semana depois. A conclusão da investigação da PF contraria o primeiro discurso oficial do governo, de que haveria uma ação orquestrada para difundir o boato sobre o fim do programa.

A PF aponta uma decisão de gestão da Caixa, que antecipou parte dos pagamentos sem aviso prévio para os beneficiários, como um dos “fatores desassociados” que motivaram a onda de boatos. No núcleo palaciano, há um forte desconforto com a atuação de Hereda e Urbano neste episódio.


Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum