Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Recomendação do PMDB para reduzir ministérios constrange Planalto

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Convidad


Convidado
A recomendação feita pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), à presidente Dilma Rousseff de reduzir imediatamente de 39 para 25 o número de pastas causou forte constrangimento ao Palácio do Planalto. Auxiliares mais próximos de Dilma ficaram surpresos com o gesto.

O PMDB já tinha feito essa proposta, mas o governo não esperava uma entrevista do presidente da Câmara, como a que foi publicada pela Folha de São Paulo. Principalmente porque, segundo auxiliares, o próprio vice-presidente, Michel Temer, apresentou pedidos de cargos para acomodar peemedebistas. Com o constrangimento de hoje, ficam congeladas as consultas para a redução de pastas e para reforma ministérial.

Já integrantes da cúpula do PMDB são diretos ao explicar as declarações de Henrique Alves: a estratégia é devolver ao Palácio do Planalto a agenda negativa depois da onda de protestos que tomou conta do país recentemente. Os aliados estavam incomodados com a estratégia de Dilma de jogar para o Congresso Nacional o desgaste das manifestações ao propor o plebiscito da reforma política como resposta aos protestos.

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum